José Paulo Fafe

Vale tudo…


NUM CLARO afã de dar nas vistas e surgir de qualquer maneira nas páginas dos jornais, uma figura algo grotesca que dá pelo nome de Carlos Abreu Amorim e que Luís Filipe Menezes “inventou” como candidato à sua sucessão em Gaia resolveu vir a terreiro, de forma despropositada, pedir a cabeça do ministro Vítor Gaspar. Inopinadamente e talvez para compensar uma campanha apagada e sem chama onde a entrada em cena de José Guilherme Aguiar veio baralhar ainda mais as contas, o deputado e vice-presidente da bancada do PSD Abreu Amorim, veio confirmar que de facto, muitas vezes, oportunismo político confunde-se com imbecilidade…

2 ComentáriosDeixe um comentário

  • Afirma que “…muitas vezes, oportunismo político confunde-se com imbecilidade…”, concordo.
    No entanto, tendo em atenção o que escreveu CAA, no JN sobre PPC, porque será que Pedro Passos Coelho “convidou” Carlos Abreu Amorim para “cabeça de lista” em Viana do Castelo? Por “oportunismo politico”, ou “imbecilidade”?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *