José Paulo Fafe

Vem aí uma polémica inútil e bacoca…


EU GOSTAVA muito que alguém me conseguisse explicar porque carga de água é que aquela criatura que – vá lá saber-se porquê… – se comporta como “dono” de uma data em que, se formos “detalhistas”, ele até nem participou (a História prega-nos cada partida, n’é?), resolveu “exigir” discursar no plenário da Assembleia da República na sessão que irá comemorar os 40 anos do 25 de Abril
Eu até entendo que o sujeito em causa, na sua costumada ânsia de protagonismo, queira criar mais um “caso”, envolver-se em mais uma polémica, fazer uns títulos e tentar arrastar os incautos do costume a quem hoje em dia basta um singelo toque de reunir para marcharem desalvorados por essas redes sociais abaixo a zurzirem a torto e a direito em tudo o que lhes cheire ao que eles consideram como “politicamente incorreto”. Mas antes de o fazerem, convinha que essas “tropas” pensassem um bocado e, em consciência, tentassem descortinar a lógica e a racionalidade de uma “exigência” desse tipo. Que só foi feita, obviamente, para ouvir um “não”… 


P.S. – E já agora, também gostava que alguém me explicasse porque é que ainda ninguém ensinou a desastrada dra. Assunção Esteves a não cair em “esparrelas” como essas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *