José Paulo Fafe

Uma pergunta cuja resposta ainda está por dar…


HOJE AO jantar dei por mim a tentar explicar à minha filha mais velha – que está no primeiro ano de Direito e que começa a ser “conquistada” pelo curso – as razões que motivaram, em 2004, Jorge Sampaio a dissolver  a Assembleia da República. “Mas não existia uma maioria parlamentar?“, perguntava ela, ainda na “ressaca” da aula de Direito Constitucional que teve de manhã. Que sim, que havia e estável, respondi-lhe. E ela, é claro, insistia: “Então porque é que o Presidente dissolveu o Parlamento?“. Pois é Maria Ana, excelente pergunta… É pena é que, nove anos volvidos, o responsável por essa dissolução ainda não tenha conseguido (ou querido) responder, ou seja justificá-la. Talvez por isso quando, durante a conversa, falámos sobre  os presidentes eleitos no pós-25 de Abril, não tivesse tido qualquer dúvida em apontar Sampaio como o pior de todos quantos passaram até agora pelo palácio de Belém. Pelo menos o mais desonesto política e intelectualmente!

3 ComentáriosDeixe um comentário

  • ó Zé Paulo como queres que a tua filha perceba o que vai (ia) naquela cabeça tão parecida com o túnel de vento da Ferrari em Maranello?
    De longe o pior PR da democracia.
    Acho que á beira dele até o AMérico Tomás era bom

  • Ainda ontem ouvi uma fofoca sobre o «Cenoura»: obriga os vizinhos e os seguranças a tratá-lo por «Senhor Presidente».

    Quanto à dissolução: recebeu ordens, cumpriu-as -e “prontuxxxx”! Como não pode dizer quem lhas deu e porquê, nada diz. Mas como nem todos somos cegos,ou’ingnorantes’…

  • Maria Ana
    Vou tentar explicar-te de maneira muito naife o que aconteceu.
    Pedro Santana Lopes “tem aquele defeito” de só fazer o que a cabeça lhe dita e não se vender às Maçonarias da vida nem muito menos aos Salgados (Ricardos e afins),vai daí disse e fez coisas que chateou muito muita gente em muito pouco tempo.
    Creio ter sido o único PM que se “atreveu” a meter-se com a Banca e falou em subir-lhes os impostos.
    Por um lado tinha estes “probleminhas” e por outro lado tinha outro gang dentro do seu mesmíssimo Partido a sonhar com o poder. Peixeiras da Cruz incluídas.
    Cavaco, que na altura sonhava ainda com ser PR mesmo tendo já sido humilhado e perdido antes as eleições presidenciais de 1996, andou a escrever artigos nos Jornais minando Pedro Santana Lopes como Primeiro Ministro.
    Maria Ana, nunca sirvas a quem serviu….
    Os média, comandados pelo loby do Largo do Rato faziam o mesmo.
    Nem sonhas o que diziam. Que fazia orgias nos Palácios. Que dava festas privadas com DJ convidados do estrangeiro.
    Até o acusaram de não ter feito uma tomada de posse dum Secretário de Estado para ir para a Moda Lisboa. ( a verdade é que lhe disseram que o Presidente Sampaio estava doente e era melhor adiar a mesma…Estás a ver o complot montado? )
    Hoje em dia está provado que foram nojentos e por isso foram condenados a pagar ao ex-PM 730 mil euros de indemnização por danos morais e profissionais.
    Ora não há PM que aguente tanta inveja e ódio.
    Sampaio sabia que o PS tinha inventado um “vendedor de automóveis” que tinha um Diploma de Técnico de Engenheiria não sei de quê com data de um Domingo e portanto era perfeito para substituir PSL em São Bento.
    Como não podia demiti-lo, desfez a AR com uma maioria absoluta e estável para assim fazer cair o Governo.
    Foi um Golpe de Estado ao estilo palaciano só que não o mataram, graças a Deus, como fizeram a Sá Carneiro.
    Esse nojento que devia estar preso, anda por aí a vomitar discursos sobre a nossa situação económica quando ele foi o CULPADO de tudo isto.
    Foi ele que meteu lá o ditadorzito Sócrates, que a história já julgou e que por isso levou este de agora, Passos Coelho, sem experiência alguma e com uma dose de esperteza saloia imensa, ao poder.
    O resto Maria Ana, está à vista.
    20% de desemprego, os velhos na miséria e sem dinheiro para comprimidos, 25% das crianças chegam à Escola sem ter comido nada em casa porque não há nada para comer e quase 40% de desemprego entre os jovens. Um défice imenso e a aumentar apesar de um Ministro das Finanças empenhado em cortar tudo quanto se possa deixando o País em recessão para os próximos 10 anos,como mínimo.
    Só espero que quando acabes o Curso já esta gente esteja no estrangeiro como os outros fizeram e tu possas ter uma vida digna no nosso País.
    Tens sorte de ter um Pai como o teu.Valha-te isso!
    Um beijo
    (tio)Miguel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *