José Paulo Fafe

Um “número” e pêras…


O DESAFIO lançado pelo Bloco de Esquerda ao PS e PCP para encontrarem uma plataforma de entendimento que lhes permita apresentar uma fórmula de governo alternativa, para além de tentar captar uma grande franja de descontentes que existe no seio do PS devido a António José Seguro ter aceite participar nas negociações sugeridas por Cavaco Silva para alcançar o tal “compromisso de salvação nacional”, teve o condão de “marcar” a agenda política à esquerda. Uma boa forma encontrada por João Semedo para tentar inverter a tendência que o Bloco tem mostrado nas últimas sondagens e para deixar Seguro e também Jerónimo de Sousa com algumas “dores de cabeça”…

2 ComentáriosDeixe um comentário

  • O meu vizinho João Semedo, não nasceu para a politica mas sim para a medicina. Agora em concubinato com a Catarina a quem ele como médico deveria ensinar a respirar e inspirar, porque faz dó a coitada. Bem ficou o Louçã, com o cachet de comentador na SIC N e não tem de aturar os marretas do Mini-partido. Deve ter-se retirado para não ter problemas com a Titi Louçã, mas teve a mamã como assessora no Parlamento o que não agradou ao grupeto das dondocas Bloquistas.

  • O senhor meu amigo de família é, de facto um bom médico, mas não é só isso. Independentemente da postura partidária, é um homem inteligente, com sentido de humor, crítico do que for preciso e com uma capacidade ímpar de dedicação aos cargos que aceitou desempenhar, quer na política, como na vida profissional e, sem me alongar, na vida pessoal (se bem que neste particular, obviamente, não são cargos). Bem haja

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *