José Paulo Fafe

Um artigo “a duas mãos”…

NÃO TENDO propriamente particular simpatia pelo governo angolano e pela maioria das suas figuras de proa, não posso deixar de achar totalmente inadequado o destaque que tem sido dado nas últimas horas a um artigo publicado na aparentemente credível revista “Forbes” e onde, a pretexto de um perfil de Isabel dos Santos, são publicadas uma série de informações, a maior parte delas há muito do conhecimento público. Não pondo em causa – até por desconhecimento – as informações agora veiculadas pela publicação, causa-me alguma estranheza que o artigo em causa tenha como co-autor o destacado activista anti-regime Rafael Marques o que, à partida, “carimba” de forma clara e indiscutível o texto. Tivesse a “Forbes” limitado-se a usar Marques como fonte e toda esta polémica pura e simplesmente não tinha tido lugar. O que me causa “espécie” é porque a jornalista Kerry A. Dolan não assinou – ela sózinha – o artigo…

2 ComentáriosDeixe um comentário

  • Amigo ZPF
    Dessa gente já falei muitas vezes….
    Está claro de onde vem tanto dinheiro e como o fazem sair de Angola…Nem vale a pena….
    Mas gostaria de falar dum assunto importante que nos põe de cabelos em pé.
    Todos os anos por esta altura faço apelos para que de uma forma drástica e implacável acabe esta saga que são os fogos em Portugal.
    Hoje mesmo mais um Bombeiro morreu.
    Ardem casas,animais,pessoas e milhares de hectares de árvores, vinhas, hortas.
    Deixam muita gente na miséria pois é disso que vivem.
    É falado à boca cheia que quase metade dos fogos em Portugal começam à noite e os que começam de dia despontam em 5 e 6 pontos distintos.
    Foram filmados por particulares balões incendiários lançados por criminais que mal tocam o chão explodem e começam um novo fogo.
    Todos os Verões existiram fogos. Lembro-me de ser pequeno e haver um fogo ali outro aqui e era algo raro,distante. Hoje em dia são 40 e 50 fogos por dia e ao mesmo tempo.
    As cadeias de televisão sedentas de sangue e desgraça andam como loucas a filmar a ruína dos que tudo perdem.
    Há umas semanas ouvi Rodrigo Guedes de Carvalho dizer na SIC “hoje não há nenhum fogo em Portugal” no noticiário. Parecia que estava a dizer “então malta? não matam ninguêm hoje?”
    Nos Governos Sócrates Portugal teve os maiores e mais horrendos fogos jamais vistos em território luso. Viam-se do espaço tal o tamanho dos mesmos. Nem um dedo foi mexido para mudar a lei que pode parar esta saga dantesca.
    Hoje e passados dois anos e meio de Governo PSD/CDS e com a mesma Ministra da Justiça, tão famosa nas mudanças e no palavreado, nem uma palha foi mudada. Dezenas de criminosos e criminosas são apanhados a pôr fogo por esse País fora e depois de visitar brevemente os famosos Juízes desta pobre Nação são postos em liberdade nesse mesmo momento.
    São loucos, criminosos, assassinos e tratados como crianças mal comportadas.
    Perdem-me milhões de euros por ano em árvores e animais e morrem pessoas queimadas. Nada se faz ano trás ano.
    É vergonhoso que empresas contratadas muitas vezes sem concurso público ganhem fortunas alugando aviões e helicópteros para “combater” os fogos.
    Basta!
    Alguêm que não eu que tenha poder e mediatismo que fale deste escândalo nacional!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *