José Paulo Fafe

Tão nervoso que ele anda…

MUITO SINTOMÁTICO o nervosismo que alguns sôfregos candidatos a qualquer cargo que seja num hipotético futuro governo do PSD começam a mostrar. Certamente temerosos em vir a perderem a aparente “pole position” em que supõem encontrar-se, começam mesmo a atrever-se a enviar publicamente recados a Passos Coelho e a queixarem-se da estratégia que o líder do PSD tem seguido relativamente a uma possível ascensão laranja ao poder… Veja-se o caso do verdadeiro “press release” que o inefável António do Pranto conseguiu fazer publicar num semanário e onde exige que Passos Coelho “não limite o seu discurso político ao discurso da crise”, ao mesmo tempo que reclama “firmeza” e implora que o PSD “chame pessoas para apresentar alternativas nas mais diferentes áreas”.

1 comentárioDeixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *