José Paulo Fafe

“Público”: a chance de vender mais um exemplar

SERÁ QUE alguém pode elucidar-me se esse grande vulto das letras e do jornalismo português que dá pelo nome de Maria João Avillez e que, em tempos idos, foi a verdadeira “anfitriã do regime”, iniciou uma colaboração regular no “Público”? É que se assim for e após ter lido um hilariante trecho de um artigo da senhora em causa na edição da última sexta-feira daquele diário, onde era descrito à exaustão, um pequeno-almoço à mesa de Pedro Passos Coelho (com croissants e tudo…) encaro seriamente a hipótese de voltar a comprar o “Público” – nos dias em que a D. Maria João nos brindar com as suas apuradas e doutas reflexões políticas! Não convém é ser no dia em que sai o “Inimigo Público”, porque isso seria certamente considerado “concorrência desleal”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *