José Paulo Fafe

A propósito…


AINDA A propósito das alegadas ambições políticas de Henrique Granadeiro, vale a pena ler parte da descrição que, sob o título “Tanto poder à mesa” o jornal “24 Horas USA” faz de um almoço oferecido, salvo erro em 2007, pelo antigo chefe da Casa Civil do Presidente Ramalho Eanes (ainda há quem se lembre?) e que juntou meio-mundo na sua nova adega na Herdade dos Perdigões:
Henrique Granadeiro, o presidente da Portugal Telecom, decidiu inaugurar a sua nova adega na Herdade dos Perdigões no passado domingo com pompa e circunstância. Convidou os amigos e pessoas com quem trabalha ou trabalhou para assinalar este marco da sua experiência como viticultor.
E a festa em jeito de almoço conseguiu reunir a nata da sociedade, com o poder económico e político representado ao seu mais alto nível.
Se não veja: entre os mais de 240 convidados, estavam lá os patrões do BES, Ricardo Salgado, do BPI, Fernando Ulrich, Murteira Nabo, o chefão da Galp e Joaquim Oliveira, da Control Investe (grupo dono do 24horas).
Até mesmo o primeiro-ministro José Sócrates – que levou consigo a namorada, Fernanda Câncio – Francisco Pinto Balsemão, políticos como António Guterres, Dias Loureiro ou Álvaro Barreto marcaram presença.
Mas não só. Proença de Carvalho, Miguel Horta e Costa, Patrícia Cavaco (a filha do Presidente da República) e o marido, Luís Montez, foram outros dos ilustres convidados. Tal como os directores dos dois semanários que andam agora nas bocas de toda gente: José António Saraiva, do “Sol”, e
Henrique
onteiro, do “Expresso”, levaram consigo jornalistas e sentaram- se a apenas duas mesas de distência. Grandeiro, o anfitrião, até brincou com a sua própria selecção de convidados e disse que aquela era uma festa “muito democrática (…)” .



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *