José Paulo Fafe

Porque no te callas?

AQUELE INSACIÁVEL apetite por aparecer em tudo o que é lado, aquele inebriante fascínio por “botar faladura” logo que vislumbra uma câmera ou microfone por perto, tinha que, mais tarde ou mais cedo, acabar mal para Rogério Alves, porventura o maior “pavão” que nos últimos anos, a propósito e a despropósito, nos invade as casas a falar a propósito de tudo e de nada. Ontem, porventura convicto que tinha sido eleito presidente da Assembleia Geral do Sporting e que a lista para o Conselho Directivo que apoiava tinha sido derrotada, apressou-se a vir felicitar Bruno de Carvalho como novo presidente do clube e assim “carimbar” perante aquela horda de seus seguidores que “cercavam” a entrada do estádio a vitória daquele que afinal viria a perder as eleições. Agora imaginem o que é explicar aquela gente que aquilo que “aquele senhor lá da TV” disse, afinal era tudo ao contrário. Pode ser que o dr. Alves agora aprenda que há momentos que mais vale estar calado, especialmente agora que, no fim de contas e contrariamente a Godinho Lopes, não foi eleito presidente da Assembleia Geral do clube, tendo sido derrotado por Eduardo Barroso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *