José Paulo Fafe

Paula Teixeira da Cruz, a "troublemaker"…

FOI SEMPRE assim, pelo menos desde que a conheço, dos tempos da faculdade. Paula Von Hafe ou Paula Teixeira da Cruz sempre teve uma extrema dificuldade em conter-se, sempre possuiu uma dose excessiva de voluntarismo e nunca escondeu uma irresistível queda para ser inoportuna. Encrencas e pequenos embates é com ela, sempre perita  em criar problemas, muito mais do que em resolvê-los. Independentemente da bondade da sua tese sobre a liberalização (ou legalização) das drogas leves expressa ontem aos microfones de uma rádio, o momento do seu lançamento na agenda política é no mínimo insólita, para não dizer outra coisa…

A oito meses das eleições, num momento que o governo precisa de não levantar ondas e navegar em “mar chão”, as ondas provocadas pelas suas declarações pecam claramente por  uma inabilidade gritante, obrigando mesmo o primeiro-ministro a vir a terreiro atabalhoadamente argumentar que as afirmações da sua ministra não passavam de “opiniões pessoais” – como se um membro do governo e vice-presidente do maior partido português possa ter publicamente opiniões pessoais sobre temas fracturantes como este, ainda por cima em ano eleitoral…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *