José Paulo Fafe

O dedo (e mão) de Cavaco

CADA VEZ me convenço mais que a formação das listas de candidatos a deputados do PSD têm um “dedo” (para não dizer a mão inteira…) do prof. Cavaco que, para além de fazer regressar à cena política alguns dos seus emblemáticos seguidores, começa a criar as condições para o regresso do asfixiante “bloco central”. E que jeito lhe daria um governo PS/PSD, por ele “tutelado” e, à partida, inibidor de um apoio oficial dos socialistas a uma cada vez mais provável candidatura de Manuel Alegre a Belém. Basta fazer as contas e chega-se rapidamente à conclusão que, com o apoio do seu partido somado aos comunistas e ao Bloco, o segundo classificado nas últimas presidenciais teria o “caminho aberto” para a Presidência e impediria uma reeleição de Cavaco Silva. Assim, mais vale prevenir…

1 comentárioDeixe um comentário

  • Concordo quase totalmente contigo.
    Acho que estas listas abrem o caminho ao bloco central e á reeleição de Cavaco Silva.
    Que parecem ser as grandes prioridades do actual PSD.
    Só discordo quanto ás hipóteses presidenciais de Alegre.
    Acho que Cavaco ganha em qualquer cenário.
    Só que com Bloco Central dá menos trabalho lá isso é verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *