José Paulo Fafe

O candidato Sampaio

                                                                                                                                           Foto: Correio da Manhã

COM JOSÉ Sócrates a afastar-se de motu proprio da corrida e António Guterres a preferir (segundo quem lhe é próximo) a continuar lá por fora, a esquerda precisa urgentemente de encontrar um candidato forte para as eleições presidenciais em Janeiro de 2016 e que lhe permita vencer à primeira volta. E se pensarmos um bocadinho chegamos à conclusão que não é propriamente uma tarefa fácil encontrar alguém que consiga juntar à sua volta um potencial de 55 ou 60 por cento de um eleitorado que se divide entre socialistas, comunistas e bloquistas… Nenhuma das figuras que têm sido “ensaiadas” nos últimos tempos – casos de Sampaio Nóvoa ou Manuel Carvalho da Silva – reúne os predicados necessários para unir a esquerda. A dois anos do início da campanha eleitoral, apenas Jorge Sampaio, que na altura terá 77 anos, pode gabar-se de possuir esse “capital”, essencial para protagonizar uma candidatura a Belém consensual e abrangente. Não pode é continuar a ir para fora de pé…

3 ComentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *