José Paulo Fafe

O bastonário e a ministra

A 18 de Junho passado e sob o título O elogio do bastonário” e a propósito da efusividade que caracterizou a reacção de Marinho Pinto à indigitação de Paula Teixeira da Cruz como ministra da Justiça, escrevi: “Um amigo, que nunca perde uma oportunidade para mostrar a sua ironia, não resistiu a ligar-me há uns minutos atrás e confessar-se muito perturbardo com o elogio público que o bastonário da Ordem dos Advogados fez da nova titular da pasta da Justiça: “Não augura nada de bom, esta esfuziante alegria de Marinho Pinto, nada mesmo…“, dizia-me com uma voz aparentemente muito séria. Seis meses depois, percebo que o meu amigo estava cheio de razão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *