José Paulo Fafe

Nem um nem outro…

AINDA NÃO foi desta e apesar do ministro Paulo Portas ser o líder de um dos partidos da coligação que o Ministério dos Negócios Estrangeiros conseguiu concretizar um dos grandes sonhos do “aparelho” do palácio das Necessidades – colocar sob a sua alçada a AICEP, a entidade que superintende na captação do investimento estrangeiro e nas exportações portuguesas. Para evitar mais um episódio da interminável “guerra surda” que opõe os ministérios da Economia e dos Negócios Estrangeiros, o primeiro-ministro resolveu chamar à sua directa dependência o organismo até há poucas semanas dirigido pelo agora deputado socialista Basílio Horta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *