José Paulo Fafe

Mourinho: muito mais que um treinador

CONFESSO QUE José Mourinho foi sempre alguém que admirei, tanto na sua vertente enquanto técnico, como pelo seu comportamento fora do “banco”. Quem tenha seguido ao longo dos últimos anos, com um mínimo de atenção o seu percurso, percebe que o actual treinador do Real Madrid é alguém fora de vulgar e que a relação que inevitavelmente cria com a esmagadora maioria dos jogadores com quem se cruzou ao longo dos anos não é propriamente comum à generalidade dos treinadores de futebol. Hoje, por mero acaso, li a entrevista do jogador Sílvio, que esta época, trocou o Sporting de Braga pelo Atlético de Madrid, dá ao jornal “A Bola”. E a dado passo da referida entrevista, o antigo iniciado do Benfica conta que, com apenas 12 anos, foi levado por Mourinho, então treinador da equipa principal, para o estágio que antecedeu o encontro do Benfica com o Paços de Ferreira. E sabem porquê? Porque o seu o pai tinha morrido dias antes a assistir a um dos seus treinos… Acham que é preciso dizer mais alguma coisa?!

1 comentárioDeixe um comentário

  • eu também nutro grande admiração pelo José Mourinho.
    Porque é um excepcional treinador de futebol mas também pela personalidade que demonstra.
    É verdade que aqui e ali algo excessivo mas não conheço ninguém genial que não seja excessivo em determinados aspectos da sua personalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *