José Paulo Fafe

Monárquicos ou "juancarlistas"?

JÁ LÁ vão uns oito ou nove anos quando vindo de Madrid, numa viagem de regresso a Lisboa, tive oportunidade de falar longamente com um amigo que lá tinha servido como nosso embaixador e que, independentemente da natural simpatia que lhe inspirava um cortês e sempre disponível Juan Carlos, não hesitou em confessar-me a sua convicção em que dificilmente a monarquia espanhola sobreviveria a uma “saída de cena” do monarca espanhol. Dizia-me então esse meu amigo durante um agradável jantar no parador de Oropesa: “Ó Zé Paulo, mais do monárquico, o espanhol é juancarlista. Garanto-lhe que a monarquia não resiste à sucessão…“. Desde aí , aguardei essa mesma sucessão para ver se, de facto, a Espanha é mais republicana do que agarrada a estas coisas da “coroa e da corte”. Será?

PS – Uma coisa é certa, diga o que disserem e pense cada um de nós o que pense sobre o regime monárquico e acerca do próprio (ainda) Rei de Espanha: o nosso País deve muito a Juan Carlos – quanto mais não seja a contribuição que deu para a quebra daquele paradigma que garante que… “de Espanha nem bom vento nem bom casamento“. Venha daí a brisa do lado de lá do Guadiana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *