José Paulo Fafe

A ministra e o bastonário

HÁ UNS meses (poucos), quando vi o bastonário da Ordem dos Advogados elogiar a indigitação de Paula Teixeira da Cruz como ministra da Justiça, não resisti a mostrar a minha estupefacção pela efusiva reacção de António Marinho. Hoje após o amuo público entre bastonário e ministra, com esta última publicamente a “metê-lo na ordem”, só posso dizer que o tempo me deu razão…

2 ComentáriosDeixe um comentário

  • Para além da “agitação” da sociedade portuguesa, de momento, o crescente descrédito de alguns Bastonários é preocupante.
    Não bastava, nos últimos dias, o Bastonário dos Advogados ter os “tristes espectáculos” [comportamentos], quase diários, o Bastonário da Ordem dos Médicos (hoje no Prós e Contras) veio associar-se ao colega da advocacia.
    Será que os Bastonários ainda não entenderam qual é a função do Bastonário de uma Ordem?

  • Amigo ZPF
    Pois…Não conhecia bem a peça…
    Agora já viu do que é que a casa gasta.
    O que nós não vimos ainda foi trabalho naquele Ministério e a Justiça a 300km/h para acabar com os processos que estão empilhados há 20 anos.
    Menos Militares que não são necessários para NADA e mais Juízes, dos que não copiam, sérios, que ainda, bem vasculhado, se encontram por aí!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *