José Paulo Fafe

Miguel Relvas


CONHEÇO JÁ há alguns anos Miguel Relvas. Não somos, nem nunca fomos, propriamente amigos, já estivemos mesmo de “candeias às avessas” durante algum tempo e penso que já foram mais as vezes que estivemos em lados opostos do que propriamente na mesma “trincheira”. E é exactamente por conhecer Relvas já há bastante tempo, por lhe conhecer o “calo” que possui nestas coisas da política, por saber bem quanto a sua carreira e a sua sólida e sustentada ascensão na política esteve alicerçada na excelente relação que sempre manteve com a media e os jornalistas que não acredito numa única das sonsas e ridículas acusações  de pressão sobre jornalistas que, desde há dois ou três dias, atabalhoadamente lhe tentam fazer. Mas a alguém lhe passa pela cabeça que, alguma vez, Relvas tenha ameaçado “divulgar na internet a vida privada” desta ou daquela jornalista?! Ou que tenha sugerido que, se a jornalista “X” ou “Y” insistisse em perguntar-lhe isto ou aquilo, iria “decretar” um blackout governativo?! Por amor de Deus… Pode-se não gostar de Relvas, mas se há alguma coisa que ele não é… é parvo. E o que o “Público” – muito possivelmente para “exorcizar” algumas questiúnclas e divisões internas – quer fazer de todos nós com este “folhetim” de contornos bem duvidosos é… parvos. 

6 ComentáriosDeixe um comentário

  • Pois eu acredito que tudo tenha sucedido tal qual contam simplesmente não foi Relvas a fazer os telefonemas.
    Não há fumo sem fogo!!!

  • Será que a conversa foi gravada?… é que se foi, facilita tudo!

    E como já se diz no camentário anterior…Não há fumo sem fogo!

  • O autor do post não acredita nesta”cabala”, mas provavelmente acreditou em todas as que foram imputadas ao sócrates

  • As cabalas só existem em Portugal.
    Lá fora são investigados e presos, sejam lá eles quem forem.
    Basta ver os vídeos no caso Freeport que foram aceites no Reino Unido e cá não em que taxativamente incriminam Sócrates e até explicam como lhe pagaram. Só não vê quem não quer.
    Veja lá o Manuel se deram os nomes da lista dos políticos que andaram a meter dinheiro na Suiça através do BPN?
    E os mais de um milhão de casos nos Tribunais, alguns com décadas de espera?
    Nisso não fala a Troika quando cá vem.
    Se metessem os Juízes a trabalhar e lhes tirassem o Título de Deuses, Portugal melhoraria a olhos vistos. Não trabalhas, rua! Não cumpres?rua! Era uma beleza!!!

  • Caro ZPF
    Cavacos à parte, e penso que o aviador está a dar-lhe demasiada importância pois ódio só se tem a quem se lhe a dá, hoje ouvi Tó-Zé Seguro dizer que “doa a quem doer” querem saber o que se passou com a Jornalista do Público. Bom, quer ele, eu e toda a gente pois ao ser verdade um 10% do que se ouve já é razão de demissão compulsiva.
    Mas lembro a Seguro que nós também queremos saber, doa a quem doer que se passa com o caso Freeport e Sócrates, que continua “à deriva pelo Sena”.
    Hoje em Aveiro Sócrates foi mais uma vez acusado de corrupto e até explicaram como lhe pagaram.
    Voltámos a ver o video que no Reino Unido foi aceite em tribunal em que os implicados falam do ex-PM e dos “filhos do tio”.
    Doa a quem doer!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *