José Paulo Fafe

Marques Mendes “a mil”…

AOS 55 anos, Luís Marques Mendes pode estar eternamente agradecido a Francisco Balsemão que, ao franquear-lhe as portas dos estúdios de Carnaxide, possibilitou-lhe empoleirar-se numa das tribunas semanais da SIC, permitindo-lhe assim pôr a render os contactos e influências que foi amealhando ao longos dos anos em que esteve envolvido na política activa. E agora, a par desses comentários onde prega a ética e a moral na política, este antigo assalariado de Isaltino de Morais na Universidade Atlântica (lembram-se?) protagoniza autênticas “investidas” profissionais junto de quem ele crê necessitado dos seus serviços, não hesitando em pôr-se em bicos de pés e oferecer o seu “trânsito” nos  meandros e altas esferas do poder. A entrada (“a mil”…) em cena deste paladino da ética na chamada “advocacia dos negócios” tem sido muito comentada nas últimas semanas, especialmente agora que se volta a falar no renovado interesse de Germán Eframovich na (adiada) privatização da TAP…

5 ComentáriosDeixe um comentário

  • Amigo ZPF
    Mais um camaleão da política portuguesa e claro, do bloco central que nos controla,pessimamente, há 40 anos.
    Como o jornalismo em Portugal morreu há décadas, os políticos moribundos dedicam-se a “amealhar” mais uns tostões a fazer comentários.
    Afinal não custa nada,como sabes. Basta estar atento e depois de uns telefonemas, ajudar,como tu bem dizes, uns e deitar por terra os outros.
    Como não há “contra-ponto” tudo corre às mil maravilhas.
    Os mediadores em vez dos obrigar a retratar-se logo ali quando falam dos erros dos outros mas que eles mesmos tambêm fizeram, não. Portanto é ouro sobre azul…e se pagam bem, ora ora…
    Houve uma jornalista que no passado era implacável com os seus convidados, a Manuela Moura Guedes.
    Vê o que lhe aconteceu. Pois.
    E peço desculpa usar o teu espaço para insistir nesta saga, mas não resisto a falar uma vez mais no horror dos fogos em Portugal e em como a lei não se muda e a que existe não se cumpre.
    O resultado está à vista.
    Ontem nas Notícias das 8, uma vez mais Rodrigo Guedes de Carvalho dedicou os 1ºs 30 minutos do programa a falar dos incêndios.
    Nem uma palavra sobre como acabar com a saga.
    Nem uma palavra sobre as leis em vigor e como nada se faz.
    Nem uma palavra sobre o que esta loucura mata a delicadíssima economia lusa.
    Só gritos, desgraça, choros, e imagens dantescas.TUDO o que os incendiários adoram ver pois é para isso que trabalham.
    São doentes mentais cujo o objectivo e ver reconhecido o seu crime. Todas, inclusive a RTP, fazem-lhes a honra e o gosto!!!
    Deixo aqui alguma informação interessante:
    “PERFIL PSICOLÓGICO DO INCENDIÁRIO PORTUGUÊS
    Há vários estudos mas incompletos e não suficientemente abrangentes. De várias consultas na Internet conseguimos elaborar :
    Homem – ( em 2006 foram identcadas nove mulheres, mas foi , segundo referiu a PJ, uma situação pontual , pois este e é um crime tipicamente masculino)
    Desempregado
    Pouca instrução
    Com mais de 36 anos
    Desloca-se muitas vezes de moto.
    Solitário
    Com problemas de comunicação
    Não é movido por razões económicas
    Não tira benefício do fogo
    Usa , para o crime, isqueiro ou velas.
    Muitas vezes alcoólico.
    Na maior parte dos casos o incendiário é um doente mental
    FOGOS ATEADOS POR DOENTES PSÍQUICOS, CRESCERAM NOS ÚLTIMOS ANO
    O Código Penal, prevê como medida preventiva ,o internamento no Verão de doentes com tendência para a este tipo de crime, mas a medida não é usada. Mas, a verdade, é que a percentagem de pessoas envolvidas em crime de incêndio com problemas psíquicos tem vindo a aumentar. Em 2007 e 2008 passou mesmo a ser a percentagem dominante (55,5 %) , enquanto até aí eram maioritários os casos dos que agiam por vingança ou retaliação.
    Estes dados resultam do estudo do perfil do incendiário iniciado em 1998″
    http://reencontros-dinamc.blogspot.pt/2010/08/perfil-psicologico-do-incendiario.html
    Mas há mais:
    “Casos de fogo posto a troco de dinheiro são poucos. Há mulheres que põem a mata arder depois de problemas amorosos mal resolvidos, e outros por gostar de ver o «espectáculo»”
    http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/fogo-posto-incendiario-tvi24-ultimas-noticias-fogos-incendios/1193752-4071.html
    Tambêm:
    “É também muito comum o criminoso voltar ao local do incêndio depois da chegada dos bombeiros e até os ajudam no combate às chamas.”
    http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=1669898
    Já agora lembro o caso do Bombeiro que era incendiário……
    Se isto não é doença o que é?
    Apelava aos doentes mentais,eles tambêm, que administram as nossas cadeias de televisão que leiam, informem-se, falem com Psiquiatras e Psicólogos antes de dedicarem 30 dos 60 minutos de notícias todas as horas de almoço e depois repetem à hora de jantar.
    Basta de ignorância e anormalidade.
    Tratem-se!!!

  • Amigo ZPF
    Mais um bombeiro morto.
    Uma mulher,jovem,de tão só 24 anos com uma filha de 4.
    Teixeira da Cruz e o Ministro da Administração Interna devem estar orgulhosos mais uma vez…
    Entretanto andamos a pagar milhões às empresas de aviação não só nacionais como Espanholas e Francesas. Esse dinheiro dava para pagar 365 dias milhares de Guardas Florestais que evitariam,como faziam no passado, os fogos postos pelos criminais de sempre.
    O exército profissional que graças a Deus nada têm que fazer pois não estamos em guerra, pode fazer muito mais que ajudar a combater o fogo já começado. DEVE evitá-lo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *