José Paulo Fafe

Marco Enríquez-Ominami: o primeiro filme

CONFESSO QUE não resisto em “puxar a brasa à minha sardinha” porque tive o privilégio de, há algumas semanas, integrar a equipa que, em Santiago concebeu a campanha presidencial de Marco Enríquez-Ominami que no dia 17 de Novembro vai disputar a presidência do Chile com a socialista Michele Bachelet e a conservadora Evelyn Matthei. Aqui fica o primeiro dos filmes de uma campanha que vai “mexer” com o Chile e com os chilenos. Tenho a certeza!

2 ComentáriosDeixe um comentário

  • Amigo ZPF
    Fantástico.
    Ajuda todos inclusive os estrangeiros que somos tocados pela beleza da natureza….
    Nós cá tambêm cuidamos a nossa natureza mas gostamos dela cinzenta,morta,queimada, portanto pegamos fogo ao País de norte a sul todos os anos e os governantes aplaudem.
    Sem ligação alguma ou talvez sim, isso não interessa nada,como diz a outra.
    O que interessa aqui é o porquê do abandono total do Estado Português, na pessoa dos últimos Governos e lógico, deste, do património nacional, seja ele privado ou nosso, de todos, o do Estado tão mal gerido, roubado e lapidado pelos governantes.
    Todos os anos Portugal arde.
    Nada nem ninguêm faz nada há décadas para acabar de vez com esta saga.
    Uma vergonha nacional,como tantas outras, em que os canais de televisão aproveitam para “fazer novela” mas não para ajudar a prender os criminosos.
    40% dos fogos começam à noite de forma criminosa, 20% durante o dia de forma criminosa e os restantes “não se sabe…..”
    Hoje li que “O ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, lamentou hoje a morte de mais um bombeiro no país, realçando que, devido aos incêndios, Portugal perdeu “três mil milhões de euros” na área da floresta, na última década.”
    Mais um bombeiro morte.
    Um jovem de 23 anos.
    Que descanse em paz.
    Na semana passada foi uma Bombeira de 24 e que deixou uma filha de 4.
    Nem Cavaco nem Passos lamentaram a morte deles, no entanto encheram as páginas do Face Book lamentando a morte do amigo Borges.
    Acabaram com os guardas florestais para “poupar dinheiro”.Mas quantos guardas pagariam os 3 mil milhões de euros?
    E a lei? Que se passa com este País?
    Todos os anos são apanhados os mesmos incendiários a pôr fogos nas mesmas regiões.
    Que se passa com os Juízes?
    Aliás, quem paga os ordenados aos Juízes?
    NÓS!
    A lei diz que têm que ser presos durante a época de fogos os criminosos que foram apanhados no passado.
    Quantos foram presos?
    NENHUM.
    A lei diz que podem apanhar até 12 anos de cadeia os criminosos que forem apanhados a pôr fogo.
    Quantos estão presos por isso?
    NENHUM.
    Teixeira da Cruz deve estar orgulhosa dos 2 anos e meio de Ministério.
    Eu estou horrorizado!!!
    Mais por conhecer a língua da Senhora sempre afiada e pronta a criticar tudo e todos sejam colegas de Partido ou não!!!!!!
    Pobre Portugal que nunca levantarás cabeça….
    Já dizia o outro há milhares de anos..”um povo que nem sabe nem se deixa Governar…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *