José Paulo Fafe

Mais uma trapalhada…

O PRIMEIRO-ministro arrica-se a entrar no “Guiness”, tantas são as trapalhadas em que vê envolvido. Agora, através da TVI, ficámos a saber que José Sócrates não revelou os rendimentos nas declarações entregues entre 1999 e 2002 no Tribunal Constitucional, o que por lei e dado ser detentor de cargo político era obrigado a fazê-lo. Na altura dos factos, Sócrates era ministro e depois deputado. Estranhamente (ou talvez não…) nas declarações de 22/11/99, de 12/01/2001, 6/4/2002 e 12/4/2002, o campo dos rendimentos foi entregue em branco. Igualmente extraordinária é justificação dada por uma fonte do Tribunal Constitucional à TVI que justificou o facto daquela instituição nada ter feito por ninguém ter denunciado essas ilegalidades…

1 comentárioDeixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *