José Paulo Fafe

Isto há dias assim…


CONFESSO QUE gostava de um dia vir a ser escolhido para responder a um daqueles enfadonhos e pouco imaginativos “questionários de verão” com que a maioria dos jornais nos costumam brindar em época estival, quase sempre em jeito de disfarçar a falta de temas, notícias e jornalistas naquela estação. E tudo porque quando chegasse à invariável pergunta “que livro levaria para uma ilha deserta?“, já teria a resposta na ponta da língua: “Nenhum. Só queria ter uma maneira de conseguir ler diariamente as crónicas do  Ferreira Fernandes e do Ruy Castro“.

Lembrei-me disto porque já lá vão uns dias que o Zé Ferreira Fernandes não escreve no “Diário de Notícias” e como o Ruy Castro só assina na página 2 da “Folha” às segundas, quartas, sextas e sábados, está visto que os minhas terças, quintas e domingos têm sido uns dias insuportáveis…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *