José Paulo Fafe

A imparável Paula

TENHO PELA advogada Paula Lourenço a maior consideração pessoal e respeito profissional. Conhecia-a a defender o meu amigo João Braga Gonçalves que, apesar de ter passado três anos e tal na zona prisional da PJ, foi absolvido pelo Tribunal da Relação no famigerado “caso Moderna”. Mas esse facto não me impede de achar no mínimo curioso que esta jurista, amiga pessoal da família Pinto de Sousa (pai e filho José) e advogada de Carlos Santos Silva (uma figura que sempre “deu cartas” na Cova da Beira e que é conhecido em certos meios como “o Louis Vuiton”), tenha assumido a defesa de Manuel Pedro e Charles Smith no processo referente ao “caso Freeport”. Imparável, esta Paula Lourenço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *