José Paulo Fafe

Franqueza, antes de mais…


ACHO QUE o primeiro-ministro teve ontem uma excelente prestação televisiva. Mostrou franqueza, realismo e um conhecimento dos dossiers. E mesmo o facto (que algumas oposições criticaram) de ter alvitrado possíveis futuras medidas relativas ao IVA e à já “famosa” TSU só mostra que, contrariamente a outros,  Pedro Passos Coelho preferiu não “esconder jogo”. Mas o que na minha opinião mais ressaltou da entrevista à RTP foi a franqueza que “passou” a quem seguiu a sua prestação televisiva. E nos tempos que correm, habituados que temos estado a um contínuo desfiar de “estórias da carochinha”,  essa mesma franqueza é de louvar…

2 ComentáriosDeixe um comentário

  • Amigo ZPF. Concordo plenamente.
    Depois de 6 anos de vendedor de mentiras, intrigas, arrogância, escutas ilegais a opositores, roubo, tráfico de influências, amiguismos, pagamentos de luvas, telefonemas ameaçadores, escárnio, negativismo, falta de transparência, ocultação de dívidas, venda de património para tapar défices, influência directa na “Justiça”, ameaça à liberdade do cidadão, medo, fraude e marginalização do “Estado de Direito”, parece que finalmente ( e garanto que por mero acaso, pois o povo é BURRO de pai e mãe ), votaram os portugas um PM normal.

  • É isso mesmo: franqueza. Estou de acordo consigo. Só acho que PPC devia arranjar maneira de pelo menos de 3 em 3 meses dar pessoalmente conta de como vai indo a governação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *