José Paulo Fafe

Falta de pachorra e… de memória

AQUELE ACESSO súbito, desajustado, bacôco e reaccionário que Manuela Ferreira Leite protagonizou no debate com José Sócrates a propósito da suposta subordinação dos socialistas portugueses aos seus camaradas espanhóis a propósito do TGV cheira, antes de tudo, a mofo… Lembra outros tempos, outras gentes, outras mentalidades, traz à memória um Portugal pequenino, mesquinho, coitadinho, pobrezinho mas honrado. Definitivamente não há pachorra para essa estafada tese de que “de Espanha nem bom vento nem bom casamento”, especialmente de quem ainda há alguns meses não se incomodava rigorosamente nada em integrar um conselho de administração de uma grande instituição bancária. No mínimo fica-lhe mal…

2 ComentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *