José Paulo Fafe

Eu percebo…

EU PERCEBO que Francisco Balsemão esteja aflito. Sem “herdeiros” no verdadeiro sentido do termo, com uma política de programação que, por muitas voltas que dê, não consegue afirmar-se, a sua SIC vai desvalorizando-se de dia para dia e hoje é praticamente invendável – ou melhor, dificilmente encontrará alguém que esteja disposto a dar mundos e fundos por uma estação que já melhores dia; eu percebo que Balsemão receie, um dia destes, ver-se obrigado vender a SIC ao desbarato, nem que seja para salvar aquilo que é, apesar de tudo o ex-libris do seu grupo editorial: o “Expresso”; eu percebo que Balsemão dê urros quando percebe que o Estado vai mesmo privatizar um canal da RTP e permitir que entre mais um player no mercado; eu percebo que Balsemão fique à beira de um ataque de nervos quando o governo anuncia que o canal que continuará nas mãos do Estado poderá ter 6 minutos de publicidade por hora de emissão; eu percebo tudo isso… Só não percebo é que o dr. Balsemão perca a razão e as estribeiras quando afirma alto e bom som que o propósito do governo em privatizar um dos canais da RTP é “acabar com os operadores privados“… Até lhe fica mal!

2 ComentáriosDeixe um comentário

  • Amigo ZPF
    Entre o teu comentário e o de Eduardo Saraiva está tudo dito.
    Eduardo rematou com o dedo na ferida. É que as pessoas “vendem” até o mais precioso num ser humano contando de ter mais poder, de estar por cima, de deter mais dinheiro que os outros, a liberdade.
    Aquele cliché de que tudo tem um preço? Pois é.
    Quando tudo o que interessa num mundo de informação e espectáculo é o valor das acções nada faz sentido pois tudo o que se escreve, diz e faz não é por ser verdade mas por vender mais e mais. Perde assim todo o crédito e claro, quanto maior a subida, maior a queda.
    O que no momento parece dar dinheiro, quando se começa a ver que não tem verdade, afasta o público. Só que o que nós vemos em 3 meses, eles demoram anos.Cegos?Lentos?
    Alguém de bom senso em Portugal pensava que o Zé da Covilhã, o mesmo que os Barões do seu Partido lhe chamaram mafioso e vendedor de automóveis ia vingar e Governar 10 anos como fez o outro? Belmiro viu logo que não e deu-lhe forte e feio depois de Troia.
    No entanto e durante os 6 anos de ditadura pura e limpa do tipo da Covilhã a SIC nunca lhe fez a frente que devia e só mesmo no fim, porque o que estava a dar mesmo era dizer mal do gajo, é que começou …Era só ouvi-los nos “Eixos do Mal” da vida, em vários programas de
    (des)informação e Telejornais.
    O mano Costa andava lá sempre a mandar postas de pescada em vez de acabar o Curso Superior e lá está no Expresso ainda sem o mesmo.
    No caso TVI a coisa foi muito distinta e apesar de Manuela Moura Guedes ter sido crucificada pela ditadura do Rato, o público nunca se esqueceu.
    Tudo tem um preço mas devemos sempre ter em conta de que “não vale tudo” nas trocas comerciais e o Tio Chico vendeu-se um dia ao Diabo. Agora paga forte e feio por o ter feito. Com o Largo do Rato nunca se sai a ganhar, só os que saiem do ninho. Esses ganham à farta, estando ou não no Governo!!!
    O “polvo” é de tal maneira bem montado que em vez de na cadeia, são Presidentes de esta e outra Empresa.
    É por isso que quando as pessoas não entendem porque é que certos PSD’s não estão presos eu sempre digo: Não é pelo facto de o mesmo ser Governo, isso até encorajaria o fim dos mesmos, é porque têm amizades com o Rato!!!!
    Só negócio dá sempre para o torto!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *