José Paulo Fafe

Ele há indignações estranhas… by José Ferreira Fernandes

A PROPÓSITO da desajustada (para não dizer ridícula) pretensa campanha no “Facebook” contra o novo anúncio da cadeia de supermercados “Pingo Doce” não resisto a transcrever a crónica de José Ferreira Fernandes no “Diário de Notícias” de ontem:

“O Pingo Doce contratou um famoso publicitário brasileiro para a campanha que começou nas televisões na semana passada. Vai daí, começou outra campanha no Twitter, esta semana: abaixo–assinados de portugueses (já vão em 1600) contra o anúncio do supermercado. Fui ver. Talvez porque não seja o cliente- -tipo, o anúncio não me aquece nem arrefece. Mas, porque nasci com a dose suficiente de bom- -senso, uma coisa garanto: não tem nada que suscite uma mobilização indignada. Então? Porquê os 1600 e o frenesim, que já apela até a um encontro de indignados? Eu explico: cherchez la femme. O que, traduzido para a circunstância, é: alguém ficou sem a conta choruda que o supermercado tinha para publicidade e que foi parar ao brasileiro. A dor de corno na bolsa é das que mais doem. Espero que sem relação, mas também esta semana, alguém ressuscitou um vídeo da actriz brasileira Maitê Proença, onde ela é grosseira sobre os portugueses. O vídeo é velho de dois anos e, no entanto, também já há abaixo-assinados contra a brasileira. Se hoje Liedson marcar 5 golos (4 contra Malta e um na própria baliza) e amanhã aparecer um abaixo-assinado contra o “brasileiro” que traiu o nosso guarda-redes, vou ficar atento: o defraudado publicitário português está mesmo assanhado.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *