José Paulo Fafe

Duda e Zilmar


OS MEUS amigos  Duda Mendonça e Zilmar Fernandes são julgados daqui a umas horas no Supremo Tribunal Federal no âmbito do já célebre “processo do mensalão” que desde há sete anos agita a cena política brasileira.  Não porque tenham sido “mensaleiros” (longe disso!), mas tão só e apenas porque viram ser-lhes saldada uma dívida da campanha presidencial que conduziu Lula à presidência por fundos que, pelos vistos, parecem ter sido obtidos de forma menos “ortodoxa” – algo que eles só vieram a saber quando eclodiu este escândalo que quase derrubou o antigo presidente brasileiro em 2005. De Zilmar, sou amigo de longa data e tive oportunidade de ser sua testemunha abonatória no âmbito deste processo; de Duda, além de ser também seu amigo, aprendi praticamente tudo o que acho que sei nestas lides do marketing político e tenho-o, sem exagero, em conta de uma das pessoas mais geniais que alguma vez me foi dado conhecer. A ambos desejo – mais do que qualquer outra coisa – toda a justiça do mundo. Para que este “pesadelo” que dura há sete anos acabe de vez e possamos todos os que somos seus amigos (e somos muitos!) dar-lhes um abraço daqueles que não acaba mais!

2 ComentáriosDeixe um comentário

  • Amigo ZPF
    Conheci brevemente Duda em Lisboa e pareceu-me uma pessoa inteligente e afável.
    Desejo igualmente que o pesadelo passe rápido que tudo acabe bem.

  • Parabéns Dr. José Paulo Fafe por este seu post. Sem estar em causa o fato de Duda Mendonça ser seu amigo, disse uma grande verdade: aquele homem é um génio. No Brasil, em Portugal, onde quer que seja. Tive oportunidade de à 3 anos assistir a uma palestra dele em Luanda e a verdade é que nunca mais esqueci a aula de marketing que recebi e que me valeu por um curso inteiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *