José Paulo Fafe

“Direita dos negócios” soma e segue…

O DESFECHO do “folhetim” Cimpor e a consequente nomeação de figuras gradas da chamada “direita dos negócios” para importantes cargos na cimenteira hoje controlada por uma empresa brasileira onde pontifica um dos “homens-de-mão” de José Sócrates, só prova que ainda há quem, mesmo longe de Lisboa, seja grato a quem o serviu e defendeu nos últimos anos… 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *