José Paulo Fafe

Campanha eleitoral no Brasil (X): a importância de um bom programa de TV

A MAIS recente sondagem, divulgada ontem pelo diário “Folha de São Paulo”, sobre a disputa eleitoral naquela cidade só vem provar a importância que um bom programa de televisão – no caso o de Fernando Haddad, que postámos e destacámos aqui ainda recentemente – pode possuir junto do eleitorado. É que em apenas 7 dias (a última sondagem datava do dia 21, curiosamente o dia em que se iniciaram os tempos de antena) o candidato do PT duplicou as intenções de voto (de 7 para 14 por cento), enquanto José Serra, o seu principal opositor, descia 6 pontos, ficando-se pelos 22 por cento. E dado que nos oito dias que mediaram entre os dois estudos, a “surpresa-Celso Russomano” manteve os 31 pontos que lhe dão o primeiro lugar nas sondagens, fica claro que Haddad tem conseguido “entrar” no eleitorado de Serra e que essa “proeza” se deve sobretudo à excelente qualidade dos seus programas de TV. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *