José Paulo Fafe

Brasil – o falhanço das sondagens

APESAR DE ser cenário pouco ou nada previsível, o facto de Dilma Rousseff não ter conseguido alcançar a presidência brasileira na primeira volta das eleições foi um rude golpe, não só para os “petistas”, mas também para as empresas de sondagem que até à última hora, em estudos de “boca de urna” divulgados às cinco da tarde de domingo, davam como certa a eleição da candidata de Lula. Ibope, Datafolha, Vox Populi, Sensus, todos eles “erraram feio” e mostraram que afinal, não é só em Portugal, que as sondagens são desmentidas nas urnas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *