José Paulo Fafe

Brasil (II) – Um debate que pode ser decisivo

APESAR DOS sucessivos escândalos (e são mesmo sucessivos!) que têm surgido nas últimas semanas, o PT brasileiro prepara-se para conseguir eleger Dilma já na primeira volta. As sondagens tem reflectido apenas de “raspão” todos os imbróglios que têm “salpicado” o governo de Lula e apesar de tudo Dilma tem conseguido manter a sua percentagem acima dos 50 por cento. E curiosamente os poucos votos que tem perdido têm sido captados por Marina Silva e não pelo seu directo adversário José Serra. Dá-se mesmo o caso de em Brasília e no Rio de Janeiro o candidato do PSDB surgir na terceira posição na indicação de voto… Por isso, o debate da Globo na próxima quinta-feira pode ser a última chance que os adversários de Dilma possuem em obrigá-la a ir a uma segunda volta. Se a prestação da candidata do PT não for a melhor e não conseguir sair a contento da natural barrage a que vai ser sujeita pelos seus oponentes nesta “corrida” ao Planalto, poderá ter lugar a segunda volta. Mas se isso ocorrer, será apenas porque Marina alcançar os 15 por cento, não por qualquer subida de Serra, cujas indicações de voto teimam em não ultrapassar os 28 pontos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *