José Paulo Fafe

Berardo: o cair da máscara


O CONFLITO foi sempre uma das “armas” no dia-a-dia do especulador Joe Berardo que teimando em manter uma postura e tom desabridos, grosseiros e boçais não hesitou em protagonizar confrontos, quase sempre com o fito de “empurrar com a barriga”  situações de onde sai quase sempre mal ou para servir de “moço de recados” de quem deve favores. Foi assim no “folhetim BCP” e no papel vergonhoso a que se prestou no ataque indecoroso que fez a Jardim Gonçalves; o mesmo se passou na guerra que o opõe à família Guedes pelo controle da Sogrape; e é agora neste confronto que inopinadamente resolveu manter com o Estado português e onde em poucas horas se provou que não hesitou em recorrer à mentira para muito possivelmente encontrar forma de capitalizar-se à conta de uma colecção de arte que afinal, segundo parece, vale significativamente menos do valor em que foi avaliada e que serviu de base à negociata que, após alguns anos de autêntica chantagem, fez com o Estado. Denotando estar de cabeça perdida, com a sua “entrada” no capital do BCP a ser analisada à lupa pelos homens da troika, com o governo português a querer tirar a limpo quanto é que facto vale a famosa “colecção Berardo”, com a banca a fechar-lhe as portas e a exigir-lhe o pagamento dos financiamentos que suportaram o seu percurso especulativo,  Berardo está a ver, a pouco e pouco, a sua máscara cair…

5 ComentáriosDeixe um comentário

  • Amigo ZPF
    Mais uma herança do marginal da Covilhã……..Foi numa fatídica segunda feira de Abril de 2006 que o então Ministro da Cultura Socialista assinou o protocolo com Berardo numa cerimónia presidida por quem? Por quem?….Zé Sousa, o tipo que era PM na altura. O que nos arruinou para os próximos 30 anos e se passeia em PARIS de braço dado com o Senhor Silva, ex-PR do Brasil em vez estar a fazer companhia às colegas das Mónicas. (Não confundam com as Vicentinas que a minha querida Senhora D. Amália tanto gostava. Era só subir a rua…Ia falando com as vizinhas….que saudades.)
    No “fué a las cinco en punto de la tarde”…Não. Foi às 4.
    Agora a lei está do lado dele pois ninguêm pode pedir avaliações às peças a não ser o dono.
    Cito:
    “Em declarações à agência Lusa, a partir do Canadá, o presidente da Fundação de Arte Moderna e Contemporânea — Colecção Berardo vincou: «Eles não têm que avaliar, que aquilo não é deles. Aquilo, por enquanto, ainda é meu. Eles têm uma opção de compra em dez anos. (…) Eles não sabem. São pessoas que gostam de falar sem ler os seus direitos.»
    O que está no acordo assinado entre o Estado e a Fundação Berardo é que «só no fim dos dez anos» de contrato, o Governo pode, se quiser, «fazer uma nova valorização», explicou o empresário. «Mas agora? Eles nem têm dinheiro para pagar o que devem…», criticou, aconselhando: «leiam o acordo», porque «o que estão a falar é burrice».” Disse.
    E por mais que custe, tem razão e isto ainda vai acabar com o Estado por culpa do escroque da Covilhã, a pagar-lhe uma indemnização por injúria, falso testemunho etc etc etc…

  • A Senhora MARIA disfarçada deve ser tipo João Gonçalves do Portugal dos Pequeninos. Nota-se na escrita, nos tiques amaricados. Oh Senhora Maria se está tão prejudicada, porque não apresenta queixa no Tribunal internacional de Haia ou na Amnistia Internacional? Ao abrigo do anonimato, ofende e calunia as pessoas que não se podem defender.
    Usando uma frase das putéfias de Madrid No “fué a las cinco en punto de la tarde” nota-se bem de que massa é feito/a. Deixe o homem em paz porque ele não é para você abocanhar. O Pedro ousou mandar capangas a casa do Director do falecido jornal Tempo, para urdir o caso Freeport e saiu-se mal. Tambem fez alusões à sua tendência sexual e saiu-se pior. Agora que está a ocupar o lugar do Padre Milicias, espero que seja mais competente do que ele pois foi um verdadeiro desastre. Adeus Senhora Maria espero que lave bem a loiça e raspe o chão senão o Manel chega-lhe a roupa ao pelo.

  • Boa noite a todos.
    Já tinha lido alguns comentários desta senhora/or Lídia no blog do que foi nosso PM, Dr. Pedro Santana Lopes.
    Foi de tal forma que foi barrada. Meteu gente que não conhece ao barulho, mentiu, infernizou o blog dum Senhor que imagino ter passado um mau bocado.
    Agora como não pode fazer o mesmo lá, veio para aqui. Tem os rasgos de homossexual não assumido na forma como se exprime e a linguagem que utiliza.
    É que até para ser isso é necessário ter classe e educação.
    A linguagem é tão baixa como certamente o carácter.
    Faz-me lembrar alguem que conheci no passado e apaguei do meu universo.
    Tal a cultura, confunde Lorca com certas Senhoras e de Madrid.
    Deve ter conhecido bem o ambiente lá porque não se entende o porquê de tal cidade vir à baila.
    Conheço Maria Lisboa.
    Lembro-me de me ter dito uma vez que tinha conhecido um Senhor que se chamava Alberto Portugal, que já morreu, e que imaginou como ficaria o seu nome se casassem.
    Como escreve de forma irónica e engraçada até já muito boa gente se fez passar por ela e tentou tirar-lhe o protagonismo.
    Ao ler esta porcaria telefonei e disse-me que já tinha lido mas que nem ia comentar tal a baixeza, não da crítica, essa é livre, mas da linguagem reles e duma vulgaridade que a fez sorrir.
    Também me disse que sabia quem era e explicou-me quem e o porquê de tanto amor.
    Pois bem, ela não comenta mas comento eu. Penso mesmo que tal linguagem não merece ser publicada.
    Por acaso acho até que Maria Lisboa tem razão no que diz. Foi mais uma das milhentas heranças que José Sócrates nos deixou.
    Um abraço a José Paulo Fafe e o desejo de que apure os seus filtros pois retira a vontade de dar vida ao seu blog a quem o faz por amizade….
    Uma coisa é criticar outra é vomitar vulgaridade.
    Gostava de dizer também que o facto de se ter registado um nome não quer dizer que seja verdadeiro.
    Qualquer pessoa pode inventar. Portanto, senhora/or Lídia ( será o teu nome e quem sabe Granada a tua cruz ) nada lhe dá o direito de aparte de ser basta/o e vulgar, duvidar dum nome de alguêm que não conhece nem seguramente, isso posso garantir, nunca chegará a.
    Isto é muito sério e por isso me dei ao trabalho.
    Comentar nos blogs não é para todos. É para quem pode.
    Insulte à vontade pois mesmo que José Fafe publique, não espere resposta. Isto é um blog de gente culta e séria, pelo menos essa é a ideia que tenho, não um campo de batalha de gente mal formada, ressabiada, mal resolvida e vulgar.
    “Ele” há gente que mal nasceu…..
    Luis L.P.

  • Cara lidiasantos almeida sousa

    Caso não tenha reparado, no seu blog o seu perfil, não diz nada.
    Agora, resolveu vir para o blog do Zé Paulo e, tenta insulto barato!
    Eu disse “Tenta”
    Porque será?
    Cumprimentos

    Manuela Diaz-Bèrrio aka Karocha Diaz-Bérrio

  • A Karocha, respondi no mail recebido no meu correio pois seria fastidioso relatar aqui o meu perfil, Espero que me diga o nome do meu tal blog que desconheço. Como o seu comentário é civilizado, espero reciprocidade da sua parte e que me diga o seu blog e perfil.
    Quanto ao Luis Lisboa, que deve ser a própria Maria ou familiar,ou o João Gonçalves, pelos tique amaricados ou um fantasma, não lhe dou importância nenhuma, pois só diz mentiras. 1º ainda ontem comentei no blog do Pedro Santana Lopes e foi publicado, mas vou telefonar ao mesmo a perguntar se fui barrada, pois não dei por isso.
    Quanto à dualidade de critérios, o filho da mamã ou a própria acha que pode ofender gravemente uma pessoa que está ausente, em período de nojo pessoal e politico e isso é aceitável. Quando recebe um comentário dentro do mesmo nível fica ofendido qual virgem púdica. Sobre a frase de Garcia Lorca que ele ouviu das putéfias de Madrid, não disse prostitutas para não ofender quem mal ou bem faz dessa profissão o seu meio de vida, tenho muita honra de ter convivido com várias até da mais alta sociedade Madrilena. Quanto a falar da minha possível homossexualidade, não acertou, mas não tenho qualquer preconceito nesse aspecto, pois trabalhei como estilista de moda em Portugal, França e Itália, conheci muitos/muitas e tenho o maior respeito por eles que sempre encontraram mim uma amiga, para os maus momentos. Quanto à sua tentativa de agredir a minha personalidade digo. esbarra contra a couraça da minha indiferença e você sim utilizador de vários NIK acobertando-se no anonimato não passa de UM RELES COBARDE, tal como o seu heterónimo maria lisboa ….disse. Fica ao criterio do dono do blog barrar o meu e-mail. Quanto a si KAPPUT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *