José Paulo Fafe

Atenção…


AINDA NÃO há muito tempo, a Cofina esteve a ponto de adquirir uma significativa percentagem do semanário “Sol”. Mas vá lá saber-se porquê o negócio foi por água abaixo e o grupo de Paulo Fernandes resolveu “abandonar o barco”, obrigando José António Saraiva a ir encontrar um parceiro (o grupo Score) em terras angolanas. Quase dois anos depois, através da “Newshold”, o semanário “Sol” adquiriu discretamente uma participação qualificada de 6,16% no capital da Cofina, detentora do “Correio da Manhã”, “Sábado”, “Record”, “Jornal de Negócios” e “Máxima”, entre outros títulos.  No mínimo, curioso…

3 ComentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *