José Paulo Fafe

Assim não vai lá…

EM DEMOCRACIA, a ausência de alternativas é quase tão assustador quanto ser governado por um executivo que aparenta não possuir capacidade de saber dialogar com os que a quem diariamente pede sacrifícios sem nada dar em troca, sequer uma simples réstea de esperança. A ausência de posição de António José Seguro relativamente à greve dos professores, o receio que mostra em tomar uma posição, só vem (infelizmente) confirmar que o actual líder socialista não tem pulso nem talento para surgir aos olhos dos portugueses como uma alternativa credível. E isso é lamentável, para não dizer penoso, triste e até cobarde.

1 comentárioDeixe um comentário

  • Amigo ZPF
    Não acrescento nem um vírgula ( o que é raro pois eu sempre tenho mais a dizer 🙂 )
    É isso mesmo! É isso tudo! É o NADA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *