José Paulo Fafe

Aquilo lá no PS promete…


SE CALHAR mais rapidamente do que se previa, a inesperada  reentrada em cena de José Sócrates já está a causar alguma perturbação no interior do Partido Socialista, com António José Seguro a ter de fazer aprovar nitidamente às pressas a apresentação de uma moção de censura ao governo. Curiosamente ainda ontem, horas antes do líder socialista ter aparentemente “mudado a agulha” na estratégia do maior partido da oposição,  um destacado e eminente “socrático”, no caso Vitalino Canas, afirmava alto e bom som na Económico TV que, antes de apresentar uma moção de censura, o PS devia, isso sim, apresentar uma alternativa consistente de governo. E ia mesmo mais longe, ao afirmar: “Nestas circunstâncias (…) com uma maioria absoluta, uma moção de censura é uma moção inconsequente (…)“. É o chamado “efeito Zézito” no seu melhor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *