José Paulo Fafe

Ainda sobre Sócrates e a sua “entrevista”…

DESDE ONTEM que alguns amigos me interpelam pelo facto de num post anterior ter classificado a entrevista de José Sócrates ao “Expresso” como “excelente“, a ponto mesmo de um deles me perguntar se eu teria ensandecido. Não, não ensandeci e acho mesmo o depoimento (sim, porque mais do que nada, aquilo é um depoimento…) excelente. Excelente porque fica claro que Sócrates não percebeu ainda o que quer ou pode fazer na política; excelente porque que confirmamos que o homem, entre grissinos e antipasti, continua a julgar-se um predestinado; excelente porque depois de um Jacinto de Tormes, passámos agora a ter um Zézito de Vilar de Maçada – este de carne e osso; excelente porque a forma de texto corrido permite-nos não ter que “levar” a bold com as sempre prestáveis questões da D. Clara que, a crer no texto com que nos brinda umas páginas antes, continua uma verdadeira artista. Excelente, portanto!

2 ComentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *