José Paulo Fafe

Adeus Jaime, olá Manuel?

O ACTUAL Presidente da República pode hoje ter visto a “vida a andar para trás”. É que a aparente indisponibilidade de Jaime Gama em protagonizar uma candidatura socialista a Belém (“Não quero ser mais do que um simples soldado da Nação“) poderá ter aberto definitivamente o caminho a Manuel Alegre como candidato oficial do PS às eleições presidenciais de Janeiro de 2011. E não é segredo para ninguém que Alegre é actualmente o mais “perigoso” adversário com que Cavaco Silva poderá defrontar-se, quanto mais não seja por ser o único que, à partida e aritmeticamente falando (desde que faça o chamado “pleno” da esquerda), poderia ganhar as eleições logo na primeira volta. Pode ser que me engane, mas “cheira-me” que o jantar agendado pelos seus apoiantes para o dia 31 de Janeiro no Porto traz “água no bico”, que é como quem diz, poderá servir para que Alegre anuncie a sua decisão em voltar a entrar na “corrida” ao palácio de Belém… Será?

1 comentárioDeixe um comentário

  • Alegremente, ou não, talvez o PS e algumas das suas figuras possam tapar a foto e votar no candidato apoiado pelo partido, fiando-se nas memórias contadas da voz da Rádio Argel. Mas, quem viu a 22 de Outubro do ano passado, a dupla que assentou arraiais no Galito para malhar um cozido de grão, pode alvitrar que o PS ainda tem um trunfo/candidato, simplesmente transversal. Ora, sem mais rodeios, um da parelha era tão somente o ex-Presidente Soares… E o seu convidado era (ironia, das ironia da nossa história recente) o primeiro MNE do primeiro Governo de Sócrates. Depois da sua censura à guerra no Iraque, não seria um candidato a apoiar, que colheria votos à esquerda e à direita?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *