José Paulo Fafe

A propósito de uma entrevista de Pedro Caldeira…


DE FACTO, em Portugal ocorrem coisas que em qualquer outro lugar não passariam incólumes ou sem que fossem responsabilizados os que, aproveitando-se das funções que ocupam (ou ocuparam), as utilizam para seu proveito e benefício próprio. Estou a falar de um facto gravíssimo, ocorrido já há alguns bons anos e que agora o meu amigo Pedro Caldeira relatou detalhadamente na entrevista que ontem concedeu a uma revista. Tem a ver com uma reunião que, em 1991, ele manteve com Mário Soares no palácio de Belém e em que, por insistência do então Presidente da República, participou um seu assessor. Resultado? Uma conversa que se queria privada, confidencial e que envolvia a banca portuguesa, num ápice chegou ao conhecimento de um alto responsável de um banco. O banqueiro chamava-se (e chama-se) Fernando Ulrich; o assessor chamava-se (e também se chama) José Amaral. Hoje sentam-se ambos à mesma mesa. No conselho de administração do BPI. É normal? Eu acho que não. É crime? Cheira-me que sim. Mas se calhar não passa de uma coincidência, não é? Pois…

5 ComentáriosDeixe um comentário

  • Amigo ZPF
    Claro que é crime.
    Mas Portugal é um País de tradição criminosa e digo-o com muita mágoa porque ouço “bocas” disso mesmo dos meus amigos estrangeiros e não posso negá-lo como gostaria.
    Teixeira da Cruz, uma mulher que diz mal de tudo e todos, doa a quem doer, do seu Partido,mesmo dos Líderes que já teve, mesmo que isso possa fazer os colegas de Partido perder eleições, uma mulher sem papas na língua e depois….depois chega ao poder, Ministra da Justiça, há dois longos, demasiado longos e dolorosos anos e não FAZ NADA que acabe com a corrupção, o tráfico de influências, as luvas, os subornos, as compras fictícias, as negociatas. Porquê tudo isso?Porque muitos dos seus amigos iriam parar à cadeia em dois tempos? Será por isso?
    Porque ninguêm lhe faz essa pergunta?Nem a oposição???? Porque a oposição ia parar à cadeia tambêm. Será?
    As Câmaras Comunistas por exemplo,são das mais corruptas e endividadas do País.
    Neste momento estamos a assistir um despedimento em massa de Gestores Públicos que fizeram o Estado perder biliões de euros.
    Alguêm vai a Tribunal?
    Claro que não.
    Ontem li que Paes do Amaral comprou um quadro famoso a uma família Portuguesa com a condição de que o mesmo NUNCA saísse de Portugal, uma “coisita” pouca de 3 milhões de euros e vendeu-o para o estrangeiro com autorização ilegal dum Ex.Secretário de Estado.
    Porque não são presos os dois????
    Porque é que as escutas de Sócrates foram apagadas?Porquê?
    Porque é que os vídeos que o incriminavam não foram validados em Portugal e sim no Reino Unido?
    Porque será que NUNCA em Portugal um Juiz foi preso? Mesmo os que guiam em sentido contrário completamente bêbados pelas ruas de Cascais e são apanhados pela Polícia neste estado?
    E os Deputados?Neste caso Deputada do PS que foi apanhada completamente bêbada, a cair de álcool a guiar!?Os que têm que dar o exemplo!? Porque não está presa como o comum dos mortais estaria?
    E ainda insultou pelo Face Book os cidadãos indignados com o comportamento criminoso da mesma?
    Quem pode acreditar num País que é o Paraíso destas situações e quando alguêm, principalmente os estrangeiros investidores têm algum problema a Justiça portuguesa resolve-lhes o mesmo em “23” anos?
    Alguma vez Mário Soares foi chamado a depor e explicar a Descolonização?Por exemplo?
    E Sampaio por ter alegadamente dado um Golpe de Estado a um Governo de maioria absoluta e estável na AR liderado neste caso pelo PM Pedro Santana Lopes?
    Poderia estar aqui a tarde inteira e não seria capaz de escrever tudo o que foi feito impunemente em Portugal sem ninguêm ter passado pelo Banco dos réus……………

  • Eu acho que não foi o Amaral a bufar isso ao Ulrich. É impensável que um assessor do Senhor Doutor Mário Soares tenha praticado tal indignidade. O Senhor Doutor Mário Soares sempre foi extremamente exigente e escrupuloso, no plano moral e ético, a recrutar o pessoal que gravita à sua volta. Portanto, deixem de difamar o Amaral e, indirectamente, o Senhor Doutor Mário Soares.
    A única coisa que me garantem é que, no dia da audiência ao Caldeira, o Senhor Doutor Mário Soares jantou com o Ulrich. Parece que foi este que pagou a conta. Mas isso é um pormenor sem interesse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *