José Paulo Fafe

A memória de Sócrates…


PENSEI QUE o outrora badalado tema da alegada homossexualidade de José Sócrates fosse um assunto mais do que morto. Pelos vistos não, ou pelo menos hoje, na excelente (diga-se de passagem) entrevista que deu ao “Expresso” o próprio antigo primeiro-ministro encarregou-se de o desenterrar. E na minha opinião, mal… Eu percebo que não seja fácil a ninguém enfrentar a onda de rumores que Sócrates enfrentou à volta desse tema por volta das legislativas de 2005, com todas as consequências que naturalmente um chorrilho de boatos de esse tipo envolve a todos os níveis. Mas eleger Pedro Santana Lopes, o seu adversário e rival político de então como a origem e fonte de todos esses males (no caso rumores) é – e Sócrates sabe-o melhor que ninguém – uma falsidade e também, convenhamos, uma calúnia. Porque José Sócrates sabe melhor que ninguém que tudo começou antes e dentro do seu próprio partido, mais concretamente nas “primárias” onde sucedeu a Eduardo Ferro Rodrigues, derrotando os seus camaradas Manuel Alegre e João Soares e onde a entourage de um deles (já para não para dizer mesmo um deles…) andou a espalhar esse boato por toute Lisbonne – estávamos então em finais de 2003, princípios de 2004. E Sócrates sabe-o tão bem que, na altura, chegou a fazer démarches junto de quem ele pensava ter alguma influência e ascendência sobre o autor do boato, para tentar impedir maior propagação do mesmo… 
Fica-lhe agora mais fácil assestar baterias contra Santana Lopes. Mas fica-lhe mal. Como lhe fica mal insultar Santana Lopes como insulta nesta entrevista ao “Expresso”. Santana Lopes terá alguns defeitos – tem concerteza. Mas não é nenhum “bandalho“. Como acredito que José Sócrates não seja “homossexual”. Embora isso para mim não seja propriamente um defeito, mas antes uma opção.

3 ComentáriosDeixe um comentário

  • Amigo ZPF
    Hoje mesmo estive a falar com vários amigos em comum para comentar a baixeza de Sócrates.
    A linguagem sobre Ministros Europeus, como trata Teixeira dos Santos enfim, uma baixaria e falta de classe que define a pessoa que todos sabíamos que era.
    Nunca um Ex-PM tinha chamado “bandalho” a outro Ex-PM.
    Fica registado!!!!!
    Tu dizes acreditar que ele não é homossexual e que se fosse era sua opção.
    Lógico que sim.
    Cada um opta pelo que a sua natureza lhe pede.
    Mas eu não acredito tanto como tu pois tenho muitos amigos espanhóis que me garantiram que ele frequentava festas gay privadas e que tinha mantido uma amizade íntima com o recém casado Diogo Infante.
    Estou portanto no direito de não acreditar assim tanto como tu.
    Não é que me importe a vida sexual de tal personagem sinistro, aliás todos os homossexuais que eu conheço detestam a ideia de ele o ser pela imagem porca que deixa dos mesmos!!!, mas “cuando el río suena agua lleva” .

  • Aqui esta a típica mentalidade portuguesa … Basta lançar um boato que onde há fumo há fogo …… Triste pensar este que somente ajuda a afundar um pais já quase afogado……

  • Aqui esta mais um comentário que denota realmente como funciona ainda muita da retrograda mentalidade portuguesa…lançar um boato e acreditar que a reacção das pessoas será : “onde há fumo há fogo”. ….. Triste mentalidade esta que ajuda a afundar mais um país já jpor si em estado de afogamento…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *