José Paulo Fafe

A deputada, o balão e a notícia que não existe…


PEDINDO ANTECIPADAMENTE desculpa a alguns amigos que pensarão o contrário, ainda não consegui entender até que ponto o facto da deputada socialista Glória nãoseiquê ter sido apanhada com uma taxa de alcoolemia a rondar os 2,5 g (!!!) numa “operação stop” da PSP merece o destaque que os nossos jornais (e consequentemente redes sociais) lhe estão a dar… Se porventura a senhora em causa tivesse querido fazer valer o seu estatuto de parlamentar para furtar-se ao controlo policial eu ainda entendia – mas a verdade é que, até prova em contrário, a tal D. Paula foi mandada parar, descer do carro, fazer o teste e, dado o estado em que (pelos vistos…) se encontrava, devida e justificadamente punida. E daí?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *