José Paulo Fafe

2+2=4

NINGUÉM ME tira da cabeça que esta recusa dos bancos portugueses em emprestar mais dinheiro ao Estado tem alguma coisa a ver com o post que eu publiquei no passado dia 31 de Março, sob o título “Coincidência. Ou não?“… Ou seja: que os bancos, sem os 60 mil milhões de empréstimo que José Sócrates lhes teria assegurado junto do BCE em troca da aprovação do PEC IV, romperam o “acordo secreto” que existia entre governo e banca privada (BES, Millennium e BPI) e que basicamente servia para “camuflar” a ajuda externa.

1 comentárioDeixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *